Este artigo possui links para serviços ou produtos oferecidos por um de nossos parceiros ou anunciantes. Podemos receber comissões sempre que você clicar em um link ou realizar compras utilizando o nosso site. Saiba mais sobre como ganhamos dinheiro.

Previsões de preço para Dogecoin (DOGE) em 2021

O que o futuro guarda para os preços do Dogecoin (DOGE)? De acordo com painel, nada de bom.

Lançado em 2013, o Dogecoin é basicamente uma lenda no mundo das criptomoedas. O que surgiu como uma piada baseada em um popular meme da internet logo ganhou força. Anos depois, a moeda que leva o icônico Shiba Inu como mascote continua a marcar presença na lista das maiores criptomoedas do mundo por capitalização de mercado.

No entanto, existe uma pergunta que não quer calar para quem está considerando investir na moeda: será que o preço do Dogecoin sobe ou a piada finalmente perdeu a graça?

Para chegar a uma resposta, é importante examinar os diversos fatores que contribuem com as movimentações no preço desta moeda. Pensando nisso, conversamos com um painel de 42 especialistas em busca de previsões sobre o futuro do Dogecoin.

Aviso Legal: Estas informações não devem ser interpretadas como um aval à criptomoeda ou a qualquer provedor, serviço ou oferta específica. Não é uma recomendação para negociar.

Previsões de preço para o Dogecoin em 2021

Os últimos 12 a 24 meses foram marcantes para investidores domésticos, com o Dogecoin sendo um dos itens mais procurados tanto por investidores experientes quanto por iniciantes.

No entanto, embora a moeda tenha passado por altas significativas em 2021, seu futuro não parece muito promissor. A expectativa é que o Doge termine o ano custando cerca US $0,42, quase metade da sua maior alta já registrada.

Cerca de 15% do painel, ou 3 em cada 20 dos especialistas que fizeram previsões sobre o futuro da moeda, esperam que o Dogecoin atinja a incrível marca de US $ 1, um valor a muito tempo almejado pelos seguidores da moeda.

Ajay Shrestha, candidato a PhD na Universidade de Saskatchewan, é um dos membros do painel e acredita que o Doge é capaz de atingir seu objetivo, mas que seu desempenho é significativamente dependente do conhecido investidor, tecnologista… e tuiteiro Elon Musk.

Para Shrestha “[…]o preço pode chegar a US $1[…], mas apenas se o Dogecoin continuar a receber o apoio de Elon Musk. Sem isso, a hype não seria tão grande”.

O CEO da Cake DeFi, Julian Hosp, também acredita que o Doge valerá US $1, mas afirma que “vai ser um pump and dump”.

Jonhn Hawkins, professor da Universidade de Canberra, também acredita que Musk deverá desempenhar um papel no futuro da moeda, mas prevê que seu preço caia para US $0,15 até o fim de 2021, um dos menores valores já projetados. Para Hawkins, “o Dogecoin parece depender bastante dos tuítes excêntricos de Elon Musk. Ele é pouco usado como instrumento de pagamento e provou possuir uma reserva de valor bastante pobre”.

Além de 2021: O que o futuro guarda para o Dogecoin?

Apesar de ter superado todas as expectativas possíveis, muitos comentaristas acreditam que a incrível jornada do Dogecoin está chegando ao fim. E, considerando suas origens, é difícil de entender como a criptomoeda pode competir com moedas e tokens habilmente projetados e com respaldo profissional disponíveis no mercado atual.

Dito isso, o Dogecoin conta com uma comunidade de apoiadores extremamente fiéis, que simplesmente não querem vê-lo morrer. A popularidade da moeda nas mídias sociais, onde é usada para o pagamento de gorjetas e microtransações, é uma grande vantagem e sua ampla disponibilidade e ênfase na simplicidade a tornam bastante acessível para o público geral. Somando-se a isso, o fato de oferecer transações rápidas e taxas minúsculas faz do Dogecoin uma das criptomoedas mais práticas para o uso cotidiano.

Mas será que estes fatores são suficientes para ajudar o Dogecoin a sobreviver em um mundo cada vez mais competitivo? Para chegar a uma resposta, perguntamos ao nosso painel sobre as suas previsões para 2025 e 2030.

O Doge deve atingir um valor médio de US $1,21 até 2025 e US$3,60 até 2030, de acordo com a média do painel. No entanto, existe um fator atípico que empurra o preço da moeda para cima.

A mediana apontada pelo painel chega a US $0,40, um número bastante próximo à média já mencionada de US $0.42 para o final de 2021. A partir daí os números vão em direções opostas.

A mediana prevista para dezembro de 2025 é de US $ 0.15, bem abaixo da média de US $1,21. 30% dos membros do painel acreditam que o valor do Doge deve chegar a US $1 ou mais em 2025. A previsão mais alta foi feita pelo professor da Brighton Business School, Paul Levy, que apontou um valor esperado de até US $10.

Por outro lado, o tecnólogo e futurologista Joseph Raczynski apostou em um dos númeross mais baixos, prevendo uma acentuada queda no valor do Dogecoin.

Para Raczynski, "eventualmente, o Dogecoin vai chegar a $0. Existem pelo menos outros 100 ou 200 projetos de criptomoeda com mais valor do que o Doge. É incrível testemunhar o que uma celebridade é capaz de fazer".

E o abismo entre as médias e medianas previstas cresce ainda mais para 2030. A mediana é de US $0,04, enquanto a média chega a US $3,60. Novamente, Levy foi bastante otimista em suas previsões, mas admitiu que estes valores são bastante difíceis de estimar.

"Haverá um crescimento, mas é realmente difícil de prever. Essa criptomoeda está muito ligada ao estado geral de turbulência no mercado das criptomoedas", disse ele.

Será que a bolha do Dogecoin está prestes a estourar?

Aqui a opinião é quase unânime. 80% dos membros do painel acreditam que o Dogecoin é uma bolha, enquanto 10% acreditam que não. Os 10% restantes não tem certeza.

Como o Dogecoin afetou o mercado das criptomoedas?

Um dos tópicos mais populares quanto assunto é Dogecoin são os efeitos das memecoins na legitimidade das criptomoedas como produto financeiro. Nosso painel ficou dividido: 46% dos painelistas acreditam que o "sucesso" do Dogecoin e outras memecoins é uma ameaça a legitimidade do mercado das criptomoedas, enquanto 38% não veem qualquer impacto significativo.

Martin Gaspar, analista de pesquisa na CrossTower, acredita que o crescimento das memecoins é um problema, já que "demonstra para público que moedas com pouca ou nenhuma utilidade são capazes de alcançar valores bem mais altos do que criptomoedas desenvolvidas com fins legítimos".

Raczynski concorda:

"O Doge é uma piada. Ele não foi feito para ser levado a sério, desde o começo, e sua popularidade é um desserviço para a indústria. Apesar do seu papel na popularização das criptomoedas, ele não possui uma direção verdadeira, uma taxa de token fixa ou, até recentemente, um plano de governança e isso faz com que sua popularidade seja lamentável. Mesmo assim, as forças do mercado podem fazer com que seu valor aumente."

Por outro lado, para o líder de operações internacionais da Decred Jonathan Zeppettini "o Doge é uma distração divertida que não precisa de um ímpeto de desenvolvimento para alcançar conquistas significativas".

E para Daniel Polotsky, fundador e conselheiro chefe da CoinFlip, o fenômeno do Doge não é novidade:

"Comportamentos aparentemente irracionais são observados nos seres humanos há séculos. Isso não é novidade. Gastamos US $ 60 milhões em uma pintura de um quadrado preto, e a opinião geral sempre foi um fator poderoso na determinação de preços de investimentos."

A concorrência do Dogecoin

Existem várias criptomoedas que podem ser vistas como concorrentes do Dogecoin e considerar seu desempenho é indispensável ao fazer previsões para o futuro deste token. Entre os concorrentes a serem considerados, destacam-se:

  • Bitcoin (BTC): A maior e mais famosa criptomoeda do mundo dispensa apresentações. Embora atualmente lute contra problemas de escalabilidade, nenhuma outra criptomoeda se compara ao Bitcoin em termos de capitalização de mercado e reconhecimento.
  • Litecoin (LTC): Se o Bitcoin é ouro, o Litecoin é prata. A moeda, que oferece transações rápidas e taxas minúsculas, foi criada em 2011 e atualmente (agosto de 2021) está entre as cinco maiores criptomoedas do mundo em termos de capitalização de mercado.
  • Steem (STEEM): A criptomoeda que abastece a plataforma Steemit é utilizada para recompensar criadores de conteúdos populares.

Em resumo

O Dogecoin ocupa um lugar único e querido no folclore das criptomoedas. Ele é divertido e pouco intimidador, mas também oferece uma praticidade impressionante por trás de sua fachada despretensiosa. No entanto, existem vários pontos de interrogação no que diz respeito a sua capacidade de sobrevivência e sucesso em um mercado cada vez mais competitivo e profissionalizado.

Se você está pensando em comprar DOGE, considere com cuidado os fatores que podem afetar o seu preço antes de investir.

Conheça o nosso painel

PanelistPanelistPanelistPanelist
Sagi Bakshi, CEO, CoinmamaKate Baucherel, Estrategista Digital, Galia DigitalSarah Bergstrand, COO, BitBull Capital
Konstantin Boyko-Romanovsky, CEO & Fundador, AllnodesJeremy Cheah, Professor Associado de Criptofinanças e Investimento Digital, Nottingham Trent UniversityJustin Chuh, Trader Sênior, Wave Financial
Paul J. Ennis, Palestrante/Professor Assistente, University College DublinPedro Febrero, Chefe de Blockchain, RealFevrJosh Fraser, Fundador, Origin Protocol
Martin Fröhler, CEO, MorpherMartin Gaspar, Analista de Pesquisa, CrossTowerRyan Gorman, Co-fundador, Trade The Chain
James Harris, Diretor, CryptoCompareJustin Hartzman, CEO, CoinSmartJohn Hawkins, Palestrante Sênior, University of Canberra
Julian Hosp, CEO, Cake DeFiJohn Iadeluca, CEO, Banz CapitalSukhi Jutla, COO, MarketOrders
David Klinger, Fundador, Coteries CorporationPaul Levy, Palestrante Sênior, Brighton Business SchoolVetle Lunde, Analista, Arcane Crypto
Nicholas Mancini, Analista de Pesquisa, Trade The ChainDesmond Marshall, MD, Rouge International & Rouge VenturesAlex Mashinsky, CEO, Celsius Network
Bobby Ong, Co-fundador, CoinGeckoDaniel Polotsky, Fundador/Conselheiro Chefe, CoinFlipForrest Przybysz, Analista de Investimentos em Criptomoedas Sênior, Token Metrics
Joseph Raczynski, Tecnólogo &Futurologista, Thomson ReutersDra. Iwa Salami, Palestrante Sênior em Regulamentação FinTech, University of East LondonFred Schebesta, co-fundador, Finder
Xavier Segura, Sócio Geral, Morgan Creek DigitalAvinash Shekhar, Co-CEO, ZebPayMatthew Shillito, Palestrante em Direito, University of Liverpool
Ajay Shrestha, Candidato a PhD, University of SaskatchewanLee Smales, Professor Associado em Finanças, University of Western AustraliaElvira Sojli, Professora Associada, University of New South Wales
Aleks Svetski, CEO, AmberSimon Trimborn, Professor Assistente, City University of Hong KongJean-Philippe Vergne, Professor Associado, UCL School of Management
Sathvik Vishwanath, CEO, Unocoin Technologies Private LimitedImran Yusof, Estrategista de Mercado, FX/Crypto, Quantum EconomicsJonathan Zeppettini, Líder de Operações Internacionais, Decred
Imagens: Shutterstock

Aviso Legal: Criptomoedas são especulativas, complexas e envolvem riscos significativos – são altamente voláteis e sensíveis à atividade secundária. O desempenho é imprevisível, e o desempenho passado não é garantia de desempenho futuro. Considere seus próprios motivos, e obtenha seus próprios conselho, antes de confiar nesta informação. Você deve também verificar a natureza de qualquer produto ou serviço (incluindo o seu estado legal e os requisitos regulatórios relevantes) e consultar os sites na Internet dos reguladores relevantes antes de tomar qualquer decisão. O Finder, ou o autor, podem ter participações nas criptomoedas discutidas.

More guides on Finder

Ask an Expert

You are about to post a question on finder.com:

  • Do not enter personal information (eg. surname, phone number, bank details) as your question will be made public
  • finder.com is a financial comparison and information service, not a bank or product provider
  • We cannot provide you with personal advice or recommendations
  • Your answer might already be waiting – check previous questions below to see if yours has already been asked

Finder.com provides guides and information on a range of products and services. Because our content is not financial advice, we suggest talking with a professional before you make any decision.

By submitting your comment or question, you agree to our Privacy Policy and Terms.

Questions and responses on finder.com are not provided, paid for or otherwise endorsed by any bank or brand. These banks and brands are not responsible for ensuring that comments are answered or accurate.
Go to site